A TV LUXUS ENTREVISTA DRA MICHELE HAIKAL:

A TV LUXUS entrevistou Dra Michele Haikal sobre sua trajetória na Medicina e como se aprofundou em em rejuvenescimento saudável, prevenção do envelhecimento, suplementacão rejuvenescedora, emagrecimento, plástica sem cortes como fios de sustentação, fenol, bioplastia, etc.

Assista o vídeo!

http://www.luxusmagazine.com.br/tv.php?v=68

Medicina Anti-envelhecimento

michele2

 

A também chamada de “Longevidade Saudável”, “Equilíbrio do Metabolismo” ou “medicina anti-aging”, é uma linha de pensamento que seguem vários médicos no mundo inteiro, que visam a prevenção de doenças, realmente as evitando, para se viver mais e melhor. Estes estudos não foram patrocinados por laboratórios e por isso não têm uma força de marketting por trás deles, justamente porque se voltam para vitaminas, minerais, anti-oxidantes e hormônios bioidênticos, porque são substâncias que já temos no nosso organismo. Uma vez que estas substâncias existem no nosso organismo, elas não são entendidas por ele como algo estranho com que ele tenha que lutar contra. São então suplementos, e não remédios.

Em 2008, um senso apurado demonstrou que houveram 20.500 mortes devido à medicamentos aprovados pela agência reguladora dos Estados Unidos. Por outro lado, nenhuma morte devido à suplementos. Lembrando que medicamento é considerado tudo aquilo que não existe na natureza e foi criado pelo homem, ao passo que suplemento, tudo aquilo que já existe na natureza e pode ter sido simplesmente concentrado, portanto NÃO PODE SER PATENTEADO PELAS INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS. Este é o motivo pelo qual os laboratórios não têm interesse em suplementos, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Esta linha de pensamento não quer usar medicamentos que possam fazer mal às pessoas. Muitos pacientes sofrem mais das drogas usadas para tratar suas doenças do que pela própria doença. Como o objetivo é viver mais e melhor, não só as suplementações estão envolvidas neste tipo de prevenção, mas também os hábitos alimentares e os exercícios físicos.

Tenho uma relação pessoal com o anti-aging muito forte devido à minha própria história. Tive o diagnóstico de uma doença auto-imune na época da minha residência, e que depois mais tarde foi concluído ser um “over lap”, com três doenças auto-imunes diferentes, todas elas colagenoses (Artrite Reumatóide, Dermatomiosite e Sjogren). Na época foi me receitado o que a medicina convencional prescreve, que são altas doses de corticóide e metotrexate. Drogas de terríveis efeitos colaterais e que também não resolveram em nada as auto-imunes.

Foi aí que fiquei sabendo da medicina anti-aging. Fiquei sabendo que havia um tratamento para aquilo que eu tinha que não me faria mal algum, e que ainda me deixaria cada vez melhor em tudo, na saúde, na beleza, no corpo e ainda preveniria outras doenças… Pensei: isso sim faz sentido pra mim! Foi aí que fui estudar medicina anti-envelhecimento e me apaixonei completamente pela linha de estudo. Aí sim, fiquei bem não só das doenças mas fui ficando cada vez melhor em tudo. Em pensar que com a medicina convencional eu estaria cada vez mais me destruindo… Os exercícios físicos, as suplementações com vitaminas, anti-oxidantes, o foco na nutrição adequada para cada um, o uso quando necessário de hormônios bioidênticos e o fato de NÃO usar de maneira alguma remédios que possam fazer mal aos pacientes são os pilares da medicina anti-envelhecimento. Por isso acabamos indo contra interesses dos grandes laboratórios, que não querem curar, e sim, dar remédio para as pessoas o resto da vida, sem se preocupar com suas intoxicações, efeitos colaterais e formação de outras doenças através dos próprios remédios.

Uma médica pesquisadora do assunto em Harvard que me inspirou muito foi a Dra Sara Gottfried (www.saragottfriedmd.com ), uma pessoa incrível. Esta médica escreveu o livro: ” The Hormone Cure ” para a população leiga, com todas as explicações sobre a medicina anti-aging e advertindo várias coisas dos tratamentos antigos com remédios que só fazem mal à saúde.

Esta medicina melhor e moderna não é para ser privilégio de ninguém, é para ser divulgada, com informações de saúde para todas as pessoas. Afinal, quem não quer viver mais e melhor? Mas o que é sempre divulgado são os remédios que fazem mal à saúde, pois têm grande força de empresas imensas de laboratório, as mesmas que patrocinam os congressos inclusive.

E quando falamos de alimentação então… Muitas empresas são contra esta linha obviamente. Só para dar um exemplo, nunca nenhum tipo de suco de caixinha fez bem à saúde, e isto é só um pequeno exemplo perto de tudo que temos a mostrar à população para que agora sim a possamos ter mais saúde.

Para esclarescer mais um pouco, na medicina convencional é considerado prevenção fazer de 6 em 6 meses o exame de Papa Nicolau. Nada contra o exame, mas isto não é prevenir o câncer de colo uterino, isto é para detecção precoce, e não para prevenir. Temos a nutrigenômica hoje, com substâncias que adicionamos nas capsulas protetoras de câncer, substâncias que existem na natureza, que não são tóxicas, que conseguem alterar o gen de maneira positiva, evitando os cânceres. Assim como as substâncias tóxicas ao organismo fazem com que este gen para os cânceres da família consigam se mostrar mais cedo. Ninguém mais precisa ser refém da sua genética. Temos armas na própria natureza e temos que usar tudo isto a nosso favor.

Se a tecnologia chegou para os aparelhos de celular e de TV, temos que usar todos os conhecimentos novos para tratar da nossa saúde também. Todo ano saem coisas novas, celulares novos. E a nossa saúde? Nós temos que valer mais do que um celular encostado na gaveta. Que aliás, os cânceres de cérebro têm aumentado em função do uso deles. Sim, os aparelhos de celular. Mas isto é uma outra história, pra um outro post sobre anti-aging…

Um abraço a todos

 

.

Dra Michele Haikal

CRM 111164